sábado, 17 de março de 2012

Web Novela - ''Medo De Amar'' 120º CAPÍTULO


120º Capítulo - Roberta e Diego ficam bravos com Tomás
Quando Roberta&Diego chegaram pra tomar o café, estavam todos lá, inclusive Alice e Pedro.
Roberta&Diego: Bom Dia Pessoal!
Todos: Bom Dia Roberta! Bom Dia Diego! 
Tomás: E aí, estão treinando pro casamento e pra lua de mel ?
Diego: Casamento ?
Roberta: Lua de Mel ?
Tomás: É, casamento porque estão de branco
Roberta: Deixa de ser bobo Tomás
Diego: Espera aí, por que lua de mel ?
Tomás: Vocês acham que nós somos surdos né ?! 
Roberta&Diego: Hã ?
Tomás: A gente ouviu uns barulhos lá de cima, tipo uns gemidos sabe dona Roberta ?! - ele disse rindo e Roberta ficou vermelha na hora Gratino Matinal faz bem ? - ele disse e começou a rir mais e mais, Roberta&Diego ficaram mudos e vermelhos de vergonha.
Diego: Cala a boca Tomás! - ele diz bravo e com vergonha ao mesmo tempo É melhor fazer do que ficar só na vontade né ?! 
Roberta: Vamos subir amor, perdi a fome
Diego: Vamos - os dois subiram e Tomás continuou rindo deles.
Carla: TOMÁS PARA! - ela grita com ele e ele para na hora
Tomás: Que foi amor, foi engraçado, você não ouviu não ?
Carla: Ouvi, ouvi sim, mas nem por isso eu fiquei fazendo piadinhas sem graça, ''Gratino Matinal faz bem ?'' - ela imitou ele
Tomás: Credo amor, nem foi assim
Alice: Foi assim sim, e foi muito feio tá Tomás ?! 
Márcia: A Alice e a Carla tem razão, foi muito feio o que você fez..
Pedro: Conhecendo a Roberta, acho que SE ela te perdoar, vai demorar um tempo
Tomás: Ah, eu peço desculpas depois
Carla: Nada disso
Tomás: Ué, você diz que o que eu fiz foi feio, eu digo que vou pedir desculpas e você diz que não
Carla: É, você NÃO vai pedir desculpas depois, vai pedir desculpas AGORA!
Tomás: Deixa eu comer primeiro
Carla: AGORA TOMÁS! 
Tomás: Ok, ok, eu vou, mais só se você for comigo
Carla: Eu não, quem fez a burrada foi você, portanto, quem vai pedir desculpas também é você
Tomás: Ah Carla, tu podia ajudar né ?!
Carla: Nada disso, sobe lá em cima e vai pedir desculpas pra eles
Tomás: Ok, eu vou - ele se levantou da cadeira, subiu as escadas, e quando chegou na porta do quarto de Roberta, ficou um pouco nervoso e com medo, mas bateu na porta e Diego foi atender.
Diego: O que você quer ? - ele disse bravo quando viu que era Tomás
Tomás: Eu preciso conversar com vocês
Diego: Agora a Roberta tá dormindo, depois você fala
Tomás: Então deixa eu falar com você de uma vez
Diego: Não, eu vou ficar com a minha noiva até ela acordar, e quando ela acordar eu desço e você fala com a gente - ele bateu a porta na cara de Tomás, que desceu as escadas e voltou pra terminar de tomar o café da manhã
Carla: E aí, já pediu desculpas ?
Tomás: Não, a Roberta tava dormindo
Carla: Mas você falou com o Diego ?
Tomás: Ele não deixou e bateu a porta na minha cara
Alice: BEM FEITO!
Tomás: Que isso Alice ?
Alice: Ué, quem mandou mexer com a Roberta, Tomás, a Roberta é forte por fora mais é frágil por dentro, tudo que você faz com ela, ela guarda na mente e fica mal
Tomás: Eu vou pedir desculpas gente, calma - eles terminam de tomar café e vão pra sala de estar, lá eles ficam discutindo com Tomás, enquanto isso, no quarto de Roberta...
Ela acorda.
Diego: Amor
Roberta: Oi amor, são quantas horas ?
Diego: 13:00(1:00) tá com fome ?
Roberta: Não
Diego: Não mente pra mim amor, eu sei que você tá com fome e olha, o Tomás teve aqui pra conversar com a gente, mas você tava dormindo
Roberta: Eu não quero falar com ele, ao menos, não agora
Diego: Ok, eu vou lá embaixo e vou pedir a Dani ou a Maria pra trazer o almoço aqui pra gente
Roberta: Tá bom, amor, eu te amo!
Diego: Eu também te amo minha princesa! - ele dá um selinho nela, desce as escadas e vai até a cozinha.
Maria José: Boa Tarde Diego! Precisa de alguma coisa ?
Diego: Boa Tarde Maria! Eu queria que você levasse o almoço pra mim e pra Roberta lá no quarto dela
Maria José: Tudo bem, eu levo, vocês querem agora ?
Diego: Se não for incomodo, sim
Maria José: Não é incomodo algum, eu já irei levar pra vocês
Diego: Obrigada Maria!
Maria José: De nada! - Diego sai e quando está no meio da escada, Tomás o chama.
Tomás: Diego! Diego! Agora eu posso falar com você ? A Roberta acordou ? - Diego se vira e olha pra ele.
Diego: Já, já acordou sim, mas ela não quer falar com você
Tomás: Mas eu preciso falar com vocês
Diego: É urgente ?
Tomás: É
Diego: Tá, vem então
Tomás: Obrigado Diego! - ele sobe as escadas seguindo Diego, eles chegam na porta do quarto de Roberta, e Diego abre a porta.
Diego: Amor, eu sei que você disse que não queria conversar com ele, mas é melhor acabar com isso de uma vez
Roberta: Tá bom, eu te dou 1 minuto pra falar Tomás
Tomás: Ok, acho que já falei demais hoje, então 1 minuto dá pra falar, eu acho, bom, eu vim aqui pedir desculpas pra vocês, eu falei demais e não queria magoar vocês, eu juro, era só uma brincadeira
Diego: De muito mal gosto
Tomás: É, eu sei, eu só queria o perdão de vocês
Roberta: Sabe Tomás, é sempre assim, você faz brincadeiras sem graça e de mal gosto e a gente finge nem se lembrar, você sempre faz piadinhas e a gente FINGE que nem ouviu, mas a gente só finge Tomás, e você, percebe que a gente não ligou e continua fazendo só que você tem que se lembrar que a gente é humano e a gente sente as coisas, por mais que sejam bobagens que você fala, um dia você vai encontrar alguém que não vai aceitar as suas bobagens e você vai acabar perdendo uma amizade ou algo mais.
Tomás: Por favor pessoal, eu tava brincando pô, eu sei que eu faço essas piadinhas, mais é tudo brincadeira, eu só quero o perdão de vocês
Roberta: Olha Tomás, eu vou te perdoar, mas fique sabendo, que da próxima vez, eu não perdoo 
Diego: É, tá perdoado palhacito
Tomás: Obrigada pessoal 
Roberta: Ah, vem cá vem - ela abre os braços e os dois se abraçam
Tomás: Bom, agora eu vou descer, vocês vão vir também ?
Diego: Não, a gente vai ficar aqui mais um pouco
Tomás: Ok, eu já vou descendo então, mas aqui, vocês fizeram um barulho bem alto tá ?! Foi mal, desculpa, desculpa, tchau 
Roberta: PALHAÇO! - ela gritou e depois ela e Diego ficaram rindo
Roberta: Acha que a gente fez a coisa certa ?
Diego: Ah, vamos dar uma chance pra ele
Roberta: É, vamos ver se ele aprende né ?!
Diego: É, mas ele é muito palhaço mesmo, depois dessa conversa toda ainda repetiu que a gente fez barulho
Roberta: Ele é um palhaço, mas, será que a gente fez barulho mesmo ?
Diego: Amor, quer saber da real ?
Roberta: Claro
Diego: Teve umas horas que você tava gemendo muito alto - ele diz rindo
Roberta: Culpa sua - ela deu um tapa nas costas dele
Diego: Ai amor, doeu
Roberta: Era pra doer mesmo
Diego: Culpa minha nada, você é que não resiste ao meu Jr. 
Roberta: Que de Jr. não tem nada né ?! - ela diz baixo e ele ouve
Diego: O que você falou ? 
Roberta: Nada, nada 
Diego: Eu ouvi muito bem sua safadinha - ele disse fazendo cosquinhas nela
Roberta: Para....amor, eu... tô ..ficando... sem... ar  - ela disse devagar
Diego: Tá bom, parei minha safadinha - ele parou de fazer cosquinhas nela e a beijou, com carinho, até que alguém bateu na porta.

CONTINUA...
Capítulo dedicado à Laura e à Babi *--*

Nenhum comentário: