sábado, 17 de março de 2012

Web Novela - ''Medo De Amar'' 122º CAPÍTULO


122º Capítulo - Roberta tinha apenas uma febre emocional
Roberta: Tá, eu vou colocar uma calça também - ela se levanta, vai até o closet, veste uma calça, pega uma bolsa, coloca seu celular e sua carteira dentro e calça seu sapato.
Roberta: Pronto, vamos ?
Diego: Vamos - Diego pega sua carteira, seu celular e a chave do carro e os dois descem, quando estão descendo os últimos degraus, Pedro que estava lá em cima os interrompe.
Pedro: Melhorou Roberta ?
Roberta: Não, piorei
Diego: Tô indo pro hospital com ela
Pedro: Ok, qualquer coisa me liga
Diego: Pode deixar, agora estamos indo, tchau Pedro.
Roberta: Tchau Peh
Pedro: Tchau pessoal, melhoras Roberta
Roberta: Obrigado! - Roberta e Diego terminam de descer a escadas, ele abre a porta, eles saem, vão pra garagem, ele pega seu carro, os dois entram e vão pro hospital, chegando lá, enquanto Roberta é atendida e Diego fica esperando, depois de meia hora, o telefone de Diego toca, era Pedro.
LIGAÇÃO ON'
Diego: Fala Pedro!
Pedro: E aí, como a Roberta tá ?
Diego: Não sei ainda, ela tá sendo atendida
Pedro: Ah, entendi, então quando tiver notícias liga tá ?
Diego: Tá, agora vou desligar que uma enfermeira chegou aqui, tchau
Pedro: Tchau cara. 
LIGAÇÃO OFF'
Enfermeira: Sr. Diego Maldonado ?
Diego: Eu mesmo
Enfermeira: O Dr. Marcelo espera você na sala 12
Diego: Tá, aonde fica essa sala ?
Enfermeira: No primeiro corredor à direita
Diego: Ok, obrigada!
Enfermeira: De nada! - Diego vai até o corredor, vira à direita, chegando na sala 12 ele bate na porta e o Dr abre.
Dr Marcelo: Entre - Diego entra e se senta na cadeira que ficava em frente a mesa do Dr., e o Dr. se senta em sua cadeira, em frente a mesa em que ficava a cadeira de Diego.
Diego: E então Dr. o que ela tem ?
Dr. Marcelo: Bom, ela não tem nada a mais do que uma febre emocional, você sabe se aconteceu alguma coisa que possa ter causado essa febre ?
Diego: Ela tá grávida e a mãe dela se casou e foi pra lua de mel e ficará lá durante 3 meses, ela ontem ficou um pouco triste pois estava com saudades da mãe.
Dr. Marcelo: É, pode ser isso sim, pode ter abalado o estado emocional dela e causado a febre, bom, mas eu já mediquei ela e a febre está abaixando
Diego: Ah, que ótimo! Ela já pode ir embora ?
Dr. Marcelo: Pode, ela está meio sonolenta por causa do remédio, então ela pode dormir algumas horas
Diego: Obrigado Dr.
Dr. Marcelo: De nada, é o meu trabalho, e olha, se a febre dela voltar, traga ela aqui e faremos outros exames nela tá ?
Diego: Tá, mais uma vez, obrigada!
Dr. Marcelo: De nada! - Diego saiu da sala do Dr. e Roberta já esperava ele, e então os dois saíram do hospital, foram pro carro e voltaram pra casa, ele guardou o carro na garagem e os dois entraram na casa dela, e foram surpreendidos por todos cheios de perguntas.
Alice: Mana, você tá bem ?
Pedro: O que você tem ?
Tomás: É maluquinha, o que te deu ?
Carla: Amiga você quer alguma coisa ?
Márcia: Cunhadinha, aconteceu alguma coisa ?
Téo: Gente, eu acho melhor vocês deixarem ela respirar um pouco, vocês estão quase em cima dela
Roberta: Ah, até que enfim tem um gênio aqui né Téo ?! - Roberta vai até a sala de visitas, e se senta no sofá, sendo seguida por todos.
Roberta: Bom, Alice eu tô bem. Pedro, eu não tenho nada demais, apenas uma febre emocional. Tomás, seu idiota, não deu nada. Carlinha, eu não quero nada, obrigada! Cunhadinha, não aconteceu nada a mais do que uma febre emocional.
Alice: Que ótimo mana! 
Roberta: É, desculpa gente, mais eu vou subir, tô cansada, e tenho que tomar um banho, odeio hospital
Todos: Tudo bem
Diego: Eu vou com você amor, o médico falou que você deve dormir um pouco por causa do remédio
Roberta: Tá, vamos, tchau gente
Todos: Tchau - Roberta e Diego vão pro quarto dela, eles entram e vão pro banheiro, ele enche a banheira, eles tiram a roupa e entram, Roberta fica sentada entre as pernas de Diego e os dois ficam conversando.
Diego: Amor
Roberta: Fala lindo
Diego: Quando a gente vai na Dr. Danielle de novo ?
Roberta: Não sei, mas, por que a pergunta ?
Diego: Porque eu quero ver logo se a gente vai ter uma menininha ou um menino
Roberta: Eu vou marcar daqui a algumas semanas que aí já vai dar pra ver, mas só se o bebê não estiver de perna cruzada
Diego: Ah meu Deus! Ainda tem isso ?
Roberta: Hurum, se tiver de perna cruzada não dá pra ver
Diego: Ai ai - ele põe a mão na barriga dela Ô minha filhinha, ou filhinho, por favor, não cruze as perninhas tá ?! - Roberta ri
Diego: Ué, do que você tá rindo amor, não dizem que se a gente conversar com eles, eles sentem
Roberta: Dizem, mas ..
Diego: Mas nada, o nosso bebê não vai cruzar as perninhas e a gente vai ver se vai ser menina ou menino
Roberta: Você é muito bobo mesmo
Diego: Ah, sou é ?
Roberta: É, e sabia que eu sou apaixonada por esse bobo ?
Diego: Não, não sabia
Roberta: Quer que eu prove ?
Diego: Quero - ela se vira e beija ele de forma carinhosa, quando ambos estão sem ar, ela para o beijo com selinhos
Roberta: Pronto.... provei - ela disse OFEGANTE.
Diego: Ah, mas eu queria mais - ele disse com uma cara maliciosa
Roberta: Nem se atreva, eu disse que só mais tarde
Diego: Tá bom, tá bom - ele faz bico, ela dá um selinho nele e sai da banheira.
Diego: Por que saiu ?
Roberta: Chega de banho, vou descansar
Diego: Ok, eu vou também - ele sai da banheira, Roberta se enrola em uma toalha e Diego se enrola em outra, os dois se secam, se vestem e deitam na cama.
Diego: Sabia que depois que você ficou grávida seus seios ficaram maiores ? - ele diz olhando os seios dela, que cruza os braços os tampando
Roberta: Para de olhar
Diego: Não, deixa eu olha, eles estão lindos - ele tira os braços dela da frente dos seios dela.
Roberta: Tá bom, só olhar, porque agora eu quero dormir, tô cansada.
Diego: Ok, pode dormir meu amor, eu te amo - ele dá um selinho nela
Roberta: Eu também te amo - ela dá um selinho nele, e depois de uns minutos ela dorme, Diego fica apenas admirando ela, e pensando em como conseguiu se envolver com uma mulher tão linda, perfeita, amorosa, frágil, carinhosa e principalmente gostosa, TÁ, depois desse pensamento ele deu uma risadinha e balançou a cabeça negativamente pra afastar esses pensamentos e não se excitar, pois mesmo com ela dormindo, o amiguinho dele ficava animadinho, depois de um tempo olhando ela, ele acabou dormindo também.

CONTINUA...

Nenhum comentário: