sábado, 17 de março de 2012

Web Novela - ''Medo De Amar'' 123º CAPÍTULO


123º Capítulo - RebeldeS tocam 
Depois de dormirem um bom tempo, Diego acorda, olha no relógio e vê que já são 18:00(6:00) e decide acordar Roberta.
Diego: Amor - selinho Acorda - selinho
Roberta: Amor, tô com fome
Diego: Vamos trocar de roupa e ir comer
Roberta: Ok - eles se levantam, se vestem, descem e vão pra cozinha.
Daniela: Oi Roberta! Oi Diego! Vocês precisam de alguma coisa ?
Roberta&Diego: Oi Dani!
Roberta: Coloca o café da tarde na mesa por favor
Daniela: A Maria acabou de colocar Roberta
Roberta: Ah, obrigada!
Daniela: De nada - Roberta e Diego vão tomar café da tarde, eles tomam o café da tarde e depois vão pra sala de música.
Roberta: Vamos tocar a nossa música ?
Diego: Vamos - Diego pega o violão e eles começam a tocar e cantar ''Você é o Melhor Pra Mim''
Roberta: Vou dizer, te levo em meu coração e eu preciso sempre ter por perto esse seu olhar, que me traz o sol, com seus beijos, posso ser até imortal, se estamos juntos, nada pode nunca me fazer chorar, nem me machucar
Roberta&Diego: Em meu corpo, em minh' alma, eu te quero sempre, você é como um anjo pra mim, te amo, vem comigo pra ser feliz, eu sei, eternamente vai ser assim, você é o melhor pra mim
Diego: Quando me olha, nada pode me parar, em seu corpo vejo o caminho que eu quero seguir, até me perder
Roberta&Diego: Em meu corpo, em minh' alma, eu te quero sempre, você é como um anjo pra mim, te amo, vem comigo pra ser feliz, eu sei, eternamente vai ser assim, você é o melhor pra mim
Diego: Depois de tudo eu aprendi o que é ser feliz
Roberta&Diego: Não tenho medo de dizer, você é tudo o que eu sempre quis
Roberta: Eu te quero baby, como um anjo pra mim
Roberta&Diego: Eu te quero sempre, você é como um anjo pra mim, te amo, vem comigo pra ser feliz, eu sei, eternamente vai ser assim, você é o melhor pra mim
Roberta: Eu sei, tudo pra mim
Diego: Tudo pra mim
Roberta: Eu sei, vem ser feliz
Diego: Vem ser feliz 
Roberta: Então
Roberta&Diego: Como um anjo pra mim - eles se beijam e depois vão tocar uma outra música ''Medo de Amar''
Roberta: Você diz que eu te assusto, você diz que eu te desvio, também diz que eu sou um bruto e me chama de vadio
Diego: Você diz que eu te desprezo, que eu me comporto muito, também diz que eu nunca rezo, e ainda me chama de animal
Roberta: Você não tem medo de mim, você não tem medo de mim, você tem medo é do amor, que você guarda para mim
Diego: Você não tem medo de mim, você não tem medo de mim, você tem medo é de você, você tem medo é de querer
Roberta&Diego: Me amaaar.
Roberta: Você diz que eu sou demente, que eu não tenho salvação, você diz que eu simplesmente sou carente de razão
Diego: Você diz que eu te envergonho, também diz que eu sou cruel, que no teatro do teu sonho, para mim não tem papel
Roberta: Você não tem medo de mim, você não tem medo de mim, você tem medo é do amor, que você guarda para mim
Diego: Você não tem medo de mim, você não tem medo de mim, você tem medo é de você, você tem medo é de querer
Roberta&Diego: Me amaaaaaar... Me amaaaaaaaaar - eles se beijam novamente e ficam um boom tempo se beijando, depois eles vão pra sala de televisão e encontram os outros lá.
Roberta: Oi pessoal !
Todos: Oi Roh! 
Alice: E aí mana, tudo bem ?
Roberta: Tudo sim
Diego: E aí pessoal, vamos tocar ?
Pedro: Eu topo e vocês ?
Todos: Também - eles vão pra sala de música tocar, eles tocam ''Rebelde Para Sempre'', ''O Amor Está Em Jogo'', ''Como Um Rockstar'', ''Do Jeito Que Eu Sou'', ''Juntos Até o Fim'' e ''Um Dia De Cada Vez''. Depois de tocarem todas essas músicas, eles foram jantar (PS: JÁ ERAM 21:00(9:00)), todos jantaram e depois subiram para seus devidos quartos.
Alice e Pedro namoraram um pouquinho e logo dormiram, Carla e Tomás tomaram banho juntos, se deitaram na cama e dormiram, Márcia e Téo namoraram e dormiram.
Agora, no quarto de Roberta, a coisa foi diferente...
Diego: Amor, vamos tomar um banho ?
Roberta: Vamos - eles tomam o banho, com algumas mãos bobas, se secam, Diego se veste e Roberta não.
Diego: Ué amor, quer ficar sem roupa de uma vez ?
Roberta: Calma amor, vai lá pro meu quarto e me espera tá, eu já vou 
Diego: - ele dá um selinho nela e vai pro quarto dela, ele se deita na cama dela e fica esperando, no closet, Roberta se veste e vai pro quarto.
Quando Diego vê ela, ele fica de boca aberta.
Diego: Amor, meu Deus, você quer me matar ?
Roberta: Ainda não amor, ainda não - ela vai até uma gaveta e pega um óleo de uva.
Diego: Ai meu Deus, é hoje que tu me mata Roberta! - ela foi até ele e colocou o dedo na boca dele.
Roberta: Shiiiii, agora só eu que vou falar e só eu que vou fazer também - Diego ficou sem intender nada, Roberta apenas beijou ele com vontade e depois se afastou, tirou sua calcinha e jogou nele.
Roberta: Agora amor, não me toque e nem fale nada, só veja. - ela falou isso, se sentou de frente pra ele na cama e enfiou um dedo nela mesma, se masturbando, e ele viu aquilo e ficou louco, ela foi girando um dedo nela e depois colocou mais um, e ficou gemendo o nome dele.
Roberta: Diego... aaah, Diego... isso .. vaaai - ela dizia aquilo e ele tava ficando louco, ela tava ali se masturbando e gemendo o nome dele e ele não podia fazer nada, mas ela continuou e percebeu que ele estava morrendo de vontade de tocar nela, então ela colocou mais um dedo e começou a gemer mais alto, ela viu que Diego já estava excitado, porque viu  volume da cueca dele maior, aí que ela continuou mesmo, depois de um bom tempo se masturbando, ela tirou os dedos e passou na boca dele.
Roberta: Agora lambe vai! - ele fez o que ela pediu, lambeu os dedos dela, depois disso, ela pegou o óleo de uva, e começou a jogar nos seios dela, ainda cobertos pelo vestidinho, o vestidinho se encharcou de óleo e ela ficou esfregando os seios com as mãos, Diego delirava na cama querendo tocá-la, depois de um bom tempo, ela tirou o vestidinho e o arquinho, ficando totalmente nua, ela se aproximou de Diego, tirou a cueca dele com muita dificuldade, pois o membro dele estava muito duro e estava dificultando, então ela pegou o membro dele na mão e ele pulsava, ela pegou o óleo, jogou no membro dele, massageou e começou a bater uma punheta pra Diego, que já estava suando frio por não poder tocar nela, ela continuou batendo punheta e depois começou a chupar o membro dele por completo, ela colocava tudo e tirava, colocava tudo e tirava, depois ele gozou na boca dela e ela engoliu tudo, ela jogou mais óleo, e depois se encaixou em Diego, quando ela se encaixou nele e enfiou o membro dele dentro dela, ela gemeu de prazer e Diego, já não aguentando mais, começou a estocar bem forte, e começou a massagear os seios dela, lambuzados de óleo.
Roberta: Agora pode me tocar - ele continuou massageando os seios dela e investindo bem forte nela, que urrava, gritava, e gemia o nome dele, depois de muito tempo, eles gozaram juntos e caíram na cama suados.
Diego: É amor, ainda não acabou, fica de quatro - ela ficou de quatro, Diego pegou o óleo passou bem na entrada dela e enfiou com tudo no ânus dela, fazendo ela gritar.
Diego: Tá doendo ?
Roberta: Um pouco, mas continua - ele continuou enfiando nela, e masturbando-a ao mesmo tempo, depois de um bom tempo, ele tirou o seu membro de dentro dela e colocou na boca dela, ele gozou, ela engoliu tudo e depois eles caíram na cama suados.
Diego: Eu te amo princesa! - ele disse OFEGANTE
Roberta: Eu também te amo príncipe! - ela também disse OFEGANTE
E então os dois dormiram profundamente depois daquela noite INCRÍVEL.

CONTINUA...
Capítulo dedicado à Carioca, à Luiza, à Carol e à Paloma *--*

Nenhum comentário: