terça-feira, 24 de abril de 2012

Web Novela - ''Medo De Amar'' 163º CAPÍTULO


163º Capítulo - Roberta e Diego discutem
Roberta: Ai, eu tô com fome
Diego: Eu também, eu vou descer e pedir a Michelle pra começar a fazer o almoço pra gente
Roberta: Ok - ela dá um selinho nele, ele dá um beijo na bochecha da filha, se levanta, e vai até a cozinha.
Diego: Michelle!
Michelle: Diego! Precisa de alguma coisa ?
Diego: Só vim te avisar que você pode começar a fazer o almoço.
Michelle: Ah sim, claro, eu já começarei a preparar o almoço.
Diego: Obrigada!
Michelle: De nada! - Diego volta pro quarto e Michelle começa a fazer o almoço.
No quarto...
Diego: Já pedi - ele fecha a porta e se deita na cama
Roberta: Obrigada amor! - ela dá um selinho nele
Diego: De nada linda! - eles ficam brincando com a filha, até que Diego resolve perguntar uma coisa pra Roberta.
Diego: Amor
Roberta: Fala lindo
Diego: Quando você vai me dar um outro filho ?
Roberta: Outro filho amor ? - ela olha pra ele
Diego: É, eu quero outro, dessa vez, menino
Roberta: Amor, eu vou te dar outro filho, não garanto se é menino ou não, mas eu prometo que te dou outro filho, eu só acho que tá cedo demais, a Lua tem só 8 dias
Diego: Ah, eu sei amor, mas é que eu quero outro filho, quando a Lua tiver com quantos meses você me dá outro filho ?
Roberta: Meses ? Diego, no mínimo, quando ela tiver com 2 anos
Diego: Isso tudo ?
Roberta: Diego, quando eu era pequena, minha mãe não ligava direito pra mim, eu tinha tudo que eu queria, era mimada, mas não tinha o mais importante, o carinho, o amor, o afeto da minha mãe, sempre tinha minha mãe do meu lado, porque eu ia em todos os shows com ela, mas ela nunca me deu atenção, e eu não quero que minha filha cresça assim
Diego: Eu também não tive atenção do meu pai, e nem por isso tô reclamando.
Roberta: Você acha que é fácil ter um filho Diego ? Eu fiquei grávida, e perdi meu bebê, fiquei grávida de novo, e tive os 3 primeiros meses mais difíceis de uma gravidez, depois, tudo melhorou, mas tem outra coisa, cada dia que se passava, minha barriga crescia mais, fora o peso, as noites de sono que eu perdi, os pesadelos, os desejos, depois, quando eu entrei em trabalho de parto, eu achei que ia ser tudo mil maravilhas e não foi Diego, foi parcialmente, porque você tava do meu lado e porque eu queria muito ver a Lua, mas você não sabe o quanto doeu, você nem imagina a dor que eu senti Diego, e agora, eu vou cuidar da Lua com todo o meu carinho, porque eu quero que esse sofrimento, valha a pena, e já tá valendo, eu estou aqui, com a minha filha linda, perfeitinha e eu quero que ela tenha tudo que eu não pude ter, que foi o amor da minha mãe. Agora, pra você é fácil, é só você transar comigo alguns minutos, ou horas, gozar dentro de mim e me engravidar - ela terminou chorando.
Diego: Desculpa Roberta, eu não queria que você ficasse assim, eu disse sem pensar, me perdoa, eu sei que eu fiz errado, eu não imagino mesmo o quanto doeu, nem nada disso que você falou, eu só quero que me perdoe, eu espero o tempo que você quiser pra você me dar outro filho, o tempo que você quiser.
Roberta: Tudo bem, eu te perdoo
Diego: Agora para de chorar, eu não quero te ver chorando minha rainha - ela limpou as lágrimas.
Roberta: Cuida da Lua que eu vou tomar banho - ela se levantou e foi pro banheiro.
Depois de 40 minutos, ela aparece no quarto.
Roberta: Eu vou fazer a Lua dormir - ela pega a filha no colo, e a leva pro quarto dela.
Depois de alguns minutos ela volta pro quarto, Lua havia dormido.
Diego: Vamos descer pra almoçar amor ?
Roberta: Pode ir, tô sem fome - ela se deita na cama, virando de costas pra Diego, ele percebe que ela estava magoada, e apenas se levanta, sai do quarto, desce e vai almoçar.
Michelle: A Roberta não vai almoçar ?
Diego: Ela disse que tá sem fome
Michelle: E a Lua ?
Diego: Tá dormindo 
Michelle: Ah sim, com licença - ela volta pra cozinha e Diego começa a almoçar

CONTINUA...

Nenhum comentário: