quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Web Novela - ''Destinos Cruzados'' 9º CAPÍTULO


Pov Arthur On'
Estava no meu quarto, entediado, esperando a tal Lua vir...
Meu Deus, ficar sem mexer as pernas é ruim, mas sem mexer até os braços é péssimo, não sei se vou aguentar não viu ?!
Estava imaginando como ela seria...
Seria morena, loira ou ruiva ? Teria olhos claros ou escuros ? Seria alta ou baixa ? Seria gorda ou magra ?
Mil perguntas rodeavam a minha cabeça...
De repente, ouvi a maçaneta da porta girar, e olhei imediatamente para a porta, e quando ela se abriu, eu levei um choque ! A Lua era muito linda.. Loira, dos olhos castanhos, baixinha e magra = PERFEITA !
Ela abriu a porta e olhou pra mim, ela parecia estar com medo, algo assim.. ela fechou a porta, e veio devagar pra perto de mim.
Arthur: Então você, é a Lua ? A tal moça que atropelou e acabou com a minha vida! - eu achei ela linda e perfeita sim, mas quando me lembrei do que ela me fez, a raiva me tomou novamente, não queria tratá-la mal, mas foi inevitável dizer isso, quando eu disse isso, os olhos dela se enxeram de água e ela se afastou um pouco, eu me arrependi, mas já tinha dito.
Lua: É, sou eu mesma. Eu queria te pedir desculpas... - ela não devia saber meu nome
Arthur: Arthur, eu me chamo Arthur !
Lua: Então, eu queria te pedir desculpas Arthur, eu sei que o que eu fiz não é pra ser desculpado, como você mesmo disse, eu acabei com a sua vida não é mesmo ? Mas mesmo assim, eu queria pedir suas desculpas.. se não quiser desculpar, é direito seu, mas ao menos a minha parte eu estou fazendo.
Arthur: Olha Lua, eu estou muito nervoso, eu já não tinha uma vida fácil, vivia para um lado e para o outro de cadeira de rodas, se no começo dependi muito da minha mãe, do meu pai e do meu irmão, imagina agora ? Lua, eu nunca tive uma vida como a sua, eu sempre lutei pra conquistar tudo que eu tenho, nunca ganhei nada de mão beijada como você, eu soube que é de uma família muito rica. Eu trabalho o dia inteiro pra ajudar meus pais e meu irmão colocarem comida em casa, saio cansado do trabalho e vou direto pra faculdade, porque mesmo sendo pobre, eu vou tentar ser alguém na vida. O que você fez pra mim, foi terrível, eu estou muito nervoso e com muita raiva, mas sei que a culpa não é totalmente sua assim, acidentes acontecem..
Lua: Então você vai me desculpar ? Arthur, eu disse para o Dr. Giovanni, que faria de tudo pra fazer você a voltar a se mexer, vou quantas cirurgias forem necessárias, vou pagar o hospital, os remédios, tudo que você precisar eu vou pagar, eu vou fazer de tudo pra você melhorar, acidentes acontecem, mas eu poderia ter evitado aquele acidente se eu não fosse tão burra.
Arthur: Lua, não é assim que você vai receber minhas desculpas, não é pagando tudo que eu precisar que você vai conseguir o meu perdão. Você parece ser uma pessoa legal, mas eu não posso te desculpar assim, de cara, você acabou com a minha vida. - ela começou a chorar.
Lua: Posso te pedir apenas uma coisa ? Para de ficar falando o tempo todo que eu acabei com a sua vida, eu sei que acabei com a sua vida, não precisa ficar me lembrando toda hora, até porque eu nunca irei esquecer esse acidente, não só por ter te atropelado, mas também por outros motivos. Eu sou de uma família muito rica sim, mas sou uma pessoa humilde Arthur, estou pedindo as suas desculpas de coração, se não quer me desculpar, eu entendo, já disse que entendo. Não foi só você que perdeu ontem... você perdeu muito mais do que eu, é claro, mas você não está sentindo o que eu estou sentindo. Você está com raiva por ter perdido o movimento das pernas e dos braços, e eu estou com o coração partido por ter acabado com a sua vida, como você mesmo disse e por outra coisa, que eu prefiro não comentar. 
Arthur: NÃO LUA, EU NÃO VOU PARAR DE FALAR QUE VOCÊ ACABOU COM A MINHA VIDA, PORQUE VOCÊ ACABOU COM ELA, ENTÃO PARA DE SE FAZER DE SANTA, E FALAR QUE VAI PAGAR TUDO O TEMPO TODO, VOCÊ DIZ QUE É HUMILDE MAS NÃO DEVE PASSAR DE UMA PATRICINHA METIDA COMO TODAS AS OUTRAS RIQUINHAS DESSA CIDADE. - eu me excedi e confesso que me arrependi de ter gritado e falado assim com ela, uma moça tão linda não deveria ouvir coisas absurdas assim.. mas a raiva me tomou mais uma vez, eu estou agindo como um covarde.
Lua: Não precisa gritar comigo.. e eu não acabei com a sua vida não, eu teria acabado com ela se você tivesse morrido, mas você está aí, sem se mexer, mas está com vida, e outra coisa, eu não estou me fazendo de santa, e por favor não me chame de patricinha metida. Eu vim até aqui para conversar com você, já imaginava que estava com raiva de mim, mas não imaginei que fosse tão grosso comigo, eu sei que errei, e vim aqui pedir desculpas de coração e tentei conversar civilizadamente com você, mas acho que vim a toa não é mesmo ? Mas eu não vou ficar nem mais um minuto aqui ouvindo esses desaforos, eu não sou uma patricinha metida e tudo que eu te disse até agora foi verdade, agora se não quer acreditar, o problema é todo seu ! - ela saiu do quarto ainda chorando, e bateu a porta. Mas e eu ? Bom, eu fiquei lá naquele quarto, cheio de arrependimento, a Lua não merecia ouvir nada do que eu falei para ela, como eu sou burro meu Deus, como eu sou burro !
Pov Arthur Off'

Pov Lua On'
Fui conversar com o Arthur, é o nome dele é Arthur, já imaginava que ele estava com raiva, mas nunca imaginava que ele seria tão grosso e sem educação comigo, ele me fez sair daquele quarto aos prantos, aquilo não podia estar acontecendo comigo. Ele me disse tantos desaforos, e ainda me chamou de patricinha metida, coisa que eu nunca fui... Saí do quarto aos prantos e fui até a recepção tentando me acalmar, mas não conseguia, quando cheguei na recepção naquele estado, a Sophia me viu e foi até a mim assustada.
Sophia: Lu, o que aconteceu com você ? - ela me arrastou até as cadeiras e a gente se sentou, eu estava tremendo e chorando.
Lua: Soph, você nem imagina o que eu passei agora..
Sophia: Foi a conversa com o moço que você atropelou ? O que aconteceu ?
Lua: Foi, você precisa ver como ele falou comigo, ele é um grosso, um sem educação, me chamou de patricinha metida, ficou repetindo que eu acabei com a vida dele o tempo todo, foi horrível Soph, horrível ! 
Sophia: Eu vou buscar um copo de água pra você, e logo depois a gente vai para a casa, tá bom ?
Lua: - Sophia me deu um beijo na testa, e foi buscar a água pra mim, e eu tentava me acalmar.. alguns segundos depois, ela voltou com um copo de água para mim
Sophia: Toma Lua.. - ela se sentou ao meu lado, e eu bebi a água.
Sophia: Já podemos ir embora ?
Lua: Podemos.. - nós levantamos, e fomos até a bancada da recepcionista, eu disse pra ela que tinha recebido alta, disse para ela que tudo que o Arthur precisasse, era pra colocar na conta do meu pai, que eu viria pagar em breve, só iria me recuperar primeiro, e disse ainda que qualquer coisa que acontecesse com ele, era para o pessoal do hospital me ligar, e então depois, eu e a Sophia saímos do hospital e fomos para casa.
Pov Lua Off'


CONTINUA...

3 comentários:

Julia Gomes disse...

++++++++++++++++++++++++++++++

Rebelde Para Sempre disse...

Vou postar daqui a pouco, vou começar a escrever agora ;)

cintinha disse...

amo seus posts parabens viciei nas webs