segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Web Novela - ''Seus Filhos, Meus Filhos, Nossos Filhos'' 34º CAPÍTULO


Pov Arthur On'
Fui buscar a Lua em casa para sairmos e ela estava vestida para matar ! Teria que me segurar para não fazer uma besteira e perder a amizade dela, que estou demorando tanto pra conquistar. Decidimos ir a um restaurante italiano, e depois passaríamos na Boate Long Life.
No caminho ...
Arthur: Então Lu, como foi seu dia ?
Lua: Foi bom, passei o dia todo na cama assistindo televisão com meus filhos e o seu dia, como foi ?
Arthur: Nossa, que vida boa em ?! O meu foi chato e entediante, fiquei o dia todo fazendo plantas de casas, um saco.
Lua: Ah, isso deve ser legal Arthur, você que reclama demais.
Arthur: Eu reclamo demais ? - rimos 
Arthur: Não é legal, nada legal, mas é o que me sustenta.
Lua: Mentiroso, seu pai que te sustenta, eu sei.
Arthur: Além de reclamão, sou mentiroso ? 
Lua: É. - eu ri
Arthur: Digamos que, meu pai não me sustenta totalmente.
Lua: Tá bom Arthur, tá bom, você entendeu. - eu ri novamente, virei para frente e continuei dirigindo calmamente.

O único barulho que se ouvia dentro do carro era a música que tocava: ''Paradise - Coldplay''
Cantarolei baixinho o refrão da música, mas acho que Lua ouviu.

Lua: Gosta de Coldplay ?
Arthur: Ah, eu curto algumas músicas e você ?
Lua: Eu adoro, minha música preferida é - cortei ela.
Arthur: Viva La Vida.
Lua: Como você sabe ? 
Arthur: Jogo rápido, lembra ? - ela ''murchou'' quando eu disse isso.
Lua: Ah, lembro sim. - ela virou para a frente, e o silêncio entre nós dois continuou, a música acabou e chegamos ao Restaurante, desliguei o carro, peguei a chave, saí do carro, dei a volta e abri a porta para Lua, ouvi ela dizer ''obrigada'' bem baixinho, entreguei as chaves do carro para o manobrista.
Manobrista: Boa noite senhor e senhora, tenham um bom jantar. 
Lua e Arthur: Obrigada. - entramos juntos no restaurante, mas não de mãos dadas, sentamos em uma mesa, um de frente para o outro.
Arthur: O que você quer comer ? - entreguei o cardápio para ela.
Lua: O mesmo que você escolher. 
Arthur: Sou péssimo em escolhas de comida Lua, escolhe ai, o que você quiser, eu como.
Lua: Tudo bem, eu escolho as comidas e você a bebida. - ela chamou o garçom e pediu ''Carpaccio regado com azeite extra-virgem e parmesão'' e eu pedi o melhor vinho italiano que eles tivessem, o garçom anotou os pedidos e saiu.

Estava achando estranho aquele silêncio todo da Lua, e o modo como ela ficou depois que falei daquele jogo rápido que fizemos umas semanas atrás.
Arthur: Lu, aconteceu alguma coisa ?
Lua: Não, claro que não, por que ?
Arthur: Você tá estranha, e muito calada.
Lua: Eu só não estou acostumada a sair muito, ainda mais acompanhada, me desculpe.
Arthur: Não, tudo bem.
Lua: Acho que não sou a companhia que você queria não é mesmo ? - ela sorriu sem graça.
Arthur: Não Lu, imagina.. eu só estranhei o fato de você estar muito calada.
Lua: Mas não é nada, não se preocupe.

Uns 3 minutos se passaram, e a nossa entrada chegou, juntamente com o vinho, o garçom nos serviu e começamos a comer, enquanto conversávamos, como ela era muito calada, eu tinha que me virar pra arranjar assunto né, não sou muito de conversar também, mas confesso que estou me surpreendendo ultimamente.

Arthur: Você tem 25 anos né Lu ?
Lua: Sim, por que ?
Arthur: Não parece que você tem 25 anos, parece mais nova.
Lua: Está me chamando de velha ? - ela disse séria.
Arthur: Claro que não, mas é que.. - tentei me desculpar, mas ela me cortou.
Lua: Relaxa Arthur, estou brincando. - ela disse rindo e eu ri sem graça.


1 HORA DEPOIS...


Já tínhamos comido, eu já havia pagado a conta e agora voltamos para o meu carro. Iríamos para a boate agora, quer dizer, não sei se a Lua vai querer ir mesmo.
Arthur: Lu, vai querer que eu te leve pra casa, ou vamos na boate ?
Lua: Arthur, promete que não vai ficar chateado comigo ?
Arthur: Claro Lu.
Lua: Sabe o que é, eu tô cansada, não dormi direito na noite passada e acho que não vai dar pra ir na boate hoje com você.
Arthur: Tudo bem Lu, eu te entendo.
Lua: Jura ?
Arthur: Aham, tá tudo bem. - eu comecei a dirigir em direção a casa dela, não estava com raiva, é até bom, também estou cansado.


10 MINUTOS DEPOIS ...


Demoramos para chegar até a casa dela, o trânsito estava insuportável, no caminho trocamos poucas palavras, estávamos prestando atenção nas músicas que tocavam no rádio.
Ao chegarmos, Lua tirou o cinto e eu também, desci do carro e abri a porta para ela.
Arthur: Está entregue madame. - ela saiu do meu carro.
Lua: Obrigada Arthur, eu adorei o jantar.
Arthur: De nada Lu, eu também gostei muito.
Lua: Tá tudo bem mesmo Arthur ? Acho que ficou chateado porque não aceitei seu convite para ir a boate.
Arthur: Lu, eu já disse que tá tudo bem, relaxa. Bom que terei uma desculpa para te chamar pra sair de novo. - eu ri e ela também.
Lua: Ah é né ? Espertinho.. bom, eu vou entrar, até mais. - ela veio me dar um beijo na bochecha, mas virei o rosto e acabei ganhando um selinho sem querer.
Lua e Arthur: Desculpa. 
Lua e Arthur: Tudo bem. - rimos.
Lua: Até logo Arthur.
Arthur: Até logo Lua. - ela se afastou, esperei ela entrar em casa e entrei no meu carro, coloquei o cinto e fui dirigindo até a minha casa.
Pov Arthur Off'


CONTINUA ...

2 comentários:

Juh Gomes disse...

Posta +++++++++++++++++
Ameeii *-*

Giovanna Fernandes disse...

Ameeeeeeiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Posta Mais hojeeeeeeee pfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpf