sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Web Novela - ''Medo de Amar 2ª Temporada'' 18º CAPÍTULO

 
18º Capítulo - Carla está grávida novamente

Pov Roberta On'
A única coisa que eu queria nesse momento é sumir, e ir ao salão de beleza é uma ótima opção pra sumir por algumas horas. Estava de cabeça cheia...........Diego não larga do meu pé desde que eu me separei dele, me liga todos os dias querendo voltar, meus filhos estão me dando dores de cabeça demais e o Diego agora joga a culpa toda em mim também, ESTOU FARTA DISSO TUDO! Deus me ajude!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Depois de passar horas no salão, passei na casa da Carla pra pegar a Lua. Carla percebeu que eu estava bem cansada e disse que iria até a minha casa a tarde para conversarmos, e eu agradeci mentalmente a Deus por aquilo, eu realmente precisava de alguém para conversar e desabafar.. não podia falar com a Alice porque ela estava na mesma situação que eu, então a Carla seria a melhor opção.

No caminho para casa..........
Lua: Mãe, no celular você disse que precisava conversar comigo, o que é ?
Roberta: Em casa conversamos filha.
Lua: É o meu pai?
Roberta: Também - eu suspirei.
Lua: Ah mãe, eu to cansada do meu pai te culpando por tudo. Eu amo o Arthur, ele me ama e a culpa não é sua. 
Roberta: Você conhece seu pai né Lua, ele é..- ela me interrompeu.
Lua: Um chato, idiota, que não sabe viver a vida, que perdeu a mulher mais linda e especial do mundo por bobeira.
Roberta: Chega Lua, em casa a gente conversa ou eu vou acabar ... - antes que eu terminasse a frase, bati meu carro em um carro e acabei provocando um engavetamento no enorme trânsito que ali se encontrava.
Roberta: Droga!


4 HORAS DEPOIS...


Sábado - 15:30 


Pov Roberta On'
Depois daquele incidente, fiquei presa 3 horas esperando polícia, perícia e blá blá blá. Graças a Deus ninguém se feriu, todos os carros tinham seguro, e ta tudo bem. Quando chegamos em casa nem deu tempo de conversar com a Lua, ela subiu direto para o quarto e eu estava exausta. 
Cheguei no meu quarto, deitei na cama e tentei descansar, mas não conseguia dormir e nem me sentindo muito bem. Lá pelas 3 e meia da tarde, Michelle me ligou e disse que a Carla havia chegado, eu pedi pra mandá-la subir até o meu quarto, e logo ela chegou.
TOC.. TOC.. TOC..

Roberta: Pode entrar Carlinha! - me sentei na cama e ela abriu a porta, fechando-a logo em seguida.
Roberta: Desculpa não te receber lá na sala, você nem imagina o que aconteceu.
Carla: Ai amiga, você ta bem? O que aconteceu? - ela se sentou ao meu lado.
Roberta: No caminho para casa, bati meu carro em outro carro, provoquei o maior engarrafamento. E não, não estou bem.
Carla: Sério? To chocada! Mas ta todo mundo bem né ? Alguém se feriu?
Roberta: Graças a Deus não, ficou tudo bem. 
Carla: E o seu carro?
Roberta: Amassou bastante, mas já liguei pro seguro, eles buscaram o carro lá no local e deixaram outro carro comigo.
Carla: Entendi.. Olha minha amiga, não sei o que está acontecendo direito na sua vida, ou no seu trabalho, ou na sua casa. Mas pela sua cara, vejo que tem algo ruim acontecendo, ou já aconteceu. Você parece cansada. O que ta acontecendo Roh? - ela pegou na minha mão.
Roberta: Você me conhece muito bem né Carlinha?! Realmente estou muito cansada, e as coisas vão de mal a pior. No meu consultório ta tudo certo, já na minha vida e na minha casa, as coisas estão fora do lugar.
Carla: Como assim? É o Diego?
Roberta: O Diego sempre ficou no meu pé desde que terminamos né Carlinha? Mas de uns tempos pra cá, quando as crianças foram crescendo mais, ele cobra muito de mim e não faz nada por eles, só chega aqui em casa pra brigar com eles e acaba brigando comigo também. Essa semana ele descobriu que a Lua e o Arthur estavam namorando, ficando, sei lá.. E essa casa quase caiu em cima de mim, para ele tudo é minha culpa e eu estou farta.
Carla: Ah meu Deus! E você ainda gosta dele Roh?
Roberta: Para te falar a verdade, amo o Diego ainda, não tem como esquecê-lo, ele foi meu primeiro e sempre será.. O Binho não foi nada.. Porém, não posso ficar com uma pessoa que me trata e me julga como ele está tratando e julgando ultimamente. Juro para você que estava pensando muito em voltar para ele, mas agora eu desisti de vez, não dá mais.
Carla: Ai amiga, que difícil !! Eu vou conversar com ele.
Roberta: Não, não faz isso, ele vai me culpar por isso também. Vai achar que eu te mandei atrás dele, melhor deixar pra lá. Eu me entendo com ele.
Carla: Não Roh, isso não pode ficar assim. Eu sou melhor amiga dele, apesar dos anos passarem e a gente se afastar e não ser como éramos antes na época da escola, mas eu sempre serei amiga dele, e ele sempre me ouve Roh. Agora quanto a você, eu tenho uma solução.
Roberta: Não faz isso Carlinha, ele vai - ela me interrompeu
Carla: Eu vou conversar com ele e pronto, e você fica calada.
Roberta: Tudo bem, tudo bem, você sabe o que faz... Mas me diga, qual a sua solução?
Carla: Você está cansada, exausta e eu sei do que você precisa. - ela sorriu de um jeito diferente.
Roberta: Melzinha, eu não vou afundar em bebida porque nunca fui de beber muito. E nem venha me dizer que eu preciso de homem, porque eu também não preciso.
Carla: Calma Roh - ela gargalhou
Carla: Você precisa de umas férias.
Roberta: Sem chance! Não tenho tempo, tenho muito trabalho e muitos problemas. 
Carla: E é por isso mesmo que você vai viajar. Eu cuido de tudo, arrumo uma pediatra ótima para ficar no seu lugar e morarei na sua casa com o Tomás e o Chay até você voltar.
Roberta: Claro que não né Carlinha... não precisa fazer isso. Eu tiro férias quando der.
Carla: Nada disso, está decidido! Segunda-feira cedo eu ligarei para o aeroporto e separarei sua passagem para o Los Angeles, você vai passar pelo menos 15 dias na casa que o pai do Chay deixou para ele. Só não mando você para Paris porque aquela casa sua deve te fazer lembrar de muitas coisas.
Roberta: Casa minha não, casa do Diego. E não precisa Carlinha, eu fico em um hotel.
Carla: Claro que não! Está decidido Roh, você vai semana que vem para Los Angeles, e fim de papo. Quero ver você voltar muito melhor do que está em....
Roberta: Ai Carlinha, só você mesmo. - eu abracei ela.
Roberta: Obrigada por tudo!
Carla: Não precisa agradecer, você é como uma irmã para mim. 
Carla: Agora chega de papo.. preciso te contar uma coisa. - ela sorriu e os olhos dela brilharam, eu fiquei curiosa.
Roberta: Que coisa? - estava muito curiosa, e ela pegou minha mão e colocou na barriga dela, eu abri a boca, surpresa!!!
Roberta: É sério isso? - eu estava muito feliz.
Carla: Sim, você será titia mais uma vez.  
Pov Roberta Off'

Pov Lua On'
Depois de tantos problemas.. término, briga com meus pais, batida de carro, o que me restava era me trancar dentro do quarto e não sair nunca mais.
Eu estou cansada de viver, cansada.. se eu não existisse, nada disso estaria acontecendo. Meus pais viveriam em paz se eu não existisse.
Olhei para minha caixinha de remédios do lado da minha cama e estava decidida a fazer uma coisa. Tomei 8 comprimidos para dormir e em menos de 10 minutos, já sentia minha cabeça rodar, me levantei para ir ao banheiro e não consegui chegar até lá, tudo escureceu e eu caí.
Pov Lua Off'




CONTINUA.....

2 comentários:

Rosana fã disse...

Desse jeito eu morro posta mais por favor sua web é. Perfeita e é muito bom está lendo ela novamente

Camilynha Cantelli disse...

nao para de postar por favor adoro todas as webs que vc posta principalmente medo de amar posta mais