quarta-feira, 20 de abril de 2016

Web Novela - ''Medo de Amar 2ª Temporada'' 20º CAPÍTULO


20º Capítulo - Lua sai do hospital
Pov Diego On'
Errei. Mais uma vez errei. Ultimamente tá difícil para eu acertar em algo. Fui tentar proteger minha filha, não permitindo o namoro dela com seu ''primo'' e acabei ganhando uma inimiga. Pra piorar, minha filha resolve tomar remédios tentando suicídio e no fim das contas, além de eu ter uma enorme parcela de culpa nisso, ainda briguei com Roberta, mãe dos meus filhos.
Eu a amo, não posso negar isso. Amo muito ela, mas nosso casamento não deu mais certo. Sonho sim em um dia voltarmos, mas como ultimamente eu só faço besteira, acho que isso vai acabar se tornando algo impossível.
Quando estamos com raiva acabamos dizendo o que não devemos, e foi o que eu fiz. DE ONDE EU TIREI ESSA HISTÓRIA DE QUE NÃO PEDI FILHAS MULHERES? Eu só posso estar ficando louco. Disse isso pra Roberta e ela saiu aos prantos. Preferi não ir atrás, afinal, poderia piorar as coisas. Fiquei no quarto em que Lua estava, esperando que ela acordasse, e então, horas depois, ela acordou.
Lua: O que você ta fazendo aqui? - ela estava brava.
Diego: Princesa do papai, graças a Deus você acordou. - peguei a mão dela e ela se afastou.
Lua: O que você faz aqui? Cadê a minha mãe?
Diego: Sua mãe está lá fora, eu acho. Como você está minha filha? Você não sabe o susto que nos deu, por que você fez isso Lu?
Lua: Pai, para de fingir que ta tudo bem. Para de me tratar assim, não quero falar com você.
Diego: Não fala assim comigo filha, eu sou seu pai, me perdoa.
Lua: Não quero falar com você, chama a minha mãe ou eu mesma vou - ela ameaçou se levantar e sair, preferi fazer a vontade dela.
Diego: Tudo bem minha filha, tudo bem. Vou chamar sua mãe, depois conversamos. Mas perdoe o seu pai que te ama muito. - saí do quarto e fui atrás da Roberta.
Pov Diego Off'

Pov Roberta On'
Depois da briga com Diego, fiquei no corredor, esperando aquele traste sair do quarto para eu entrar ou esperando a Lua acordar. E finalmente, ele saiu e veio em minha direção.
Diego: Roberta...
Roberta: Não fala comigo se não for pra falar que a Lua acordou.
Diego: Ela acordou, e está te chamando. - deixei ele falando sozinho e fui em direção ao quarto em que minha filha estava, bati na porta e entrei.
Roberta: Minha filha, graças a Deus, como você está? - abracei ela.
Lua: Oi mãe, eu to bem, me desculpa mãe.
Roberta: Ô minha filha, você não sabe o susto que me deu. Por favor, não faça isso novamente, sei que a situação não está muito boa pra você, a minha também não está, mas não é assim que a gente resolve.
Lua: Eu sei mãe, me perdoa.
Roberta: Perdoo meu amor, claro que te perdoo. Promete pra mim que não fará isso de novo? A gente vai resolver essa situação Lu, vai dar tudo certo, confia em mim. Vou tentar te ajudar, a gente vai vencer essa.
Lua: Prometo mãe, muito obrigada por tudo. Eu te amo muito.
Roberta: Também te amo princesa. - nós nos abraçamos
Lua: Mãe, ele não veio aqui? - ela dizia com uma carinha triste.
Roberta: Não Lu, o Arthur não veio. Não sei se ele ta sabendo.. sua tia Carla estava lá em casa quando tudo aconteceu, seu pai e eu brigamos enquanto estava dormindo, então não sei se ele já sabe. - ela ficou mais cabisbaixa, e o médico bateu na porta e entrou.
Pov Roberta Off'

30 minutos depois...

Pov Lua On'
Eu tinha acabado de receber alta do hospital, estava voltando pra casa com minha mãe. Estava arrependida do que tinha feito, quase acabei com a minha vida por bobeiras. Na verdade, não são bobeiras, mas deu muita dó de ver minha mãe com aquela carinha de preocupada quando eu acordei. Só pelo fato dela fazer de tudo pra mim, eu jamais deveria ter feito o que fiz. Minha mãe já sofre muito, não merecia que eu a fizesse sofrer também..
Lembrei que minha mãe havia dito que brigou com papai, como estávamos presas no trânsito, resolvi perguntar.
Lua: Mãe, por que você o papai brigaram de novo? - ela ouviu e mudou totalmente o semblante.
Roberta: Seu pai é um grosso Lua, me tratou da pior forma possível. Veio jogar coisas na minha cara que era mentira. Disse que vai entrar na justiça pra pegar a guarda de vocês. Enfim, ele me estraçalhou por dentro.
Lua: Eu não acredito mãe, ai que ódio dele.
Roberta: Filha, não tenha ódio dele. Ele não é um dos melhores pais do mundo, mas ele te ama. E queria muito que vocês quatro: você, seus irmãos e ele sejam amigos e companheiros. Eu e seu pai somos um caso sem solução, nunca mais voltaremos, mas eu preciso que vocês sejam amigos dele, se não vou acabar sozinha, sem vocês e eu não sei se aguentaria.
Lua: Eu jamais moraria com ele mãe, eu gosto de morar com você.
Roberta: Eu sei minha filha. Mas se ele realmente entrar na justiça contra mim, ele pode ganhar a guarda de vocês e eu não quero que isso aconteça, se vocês forem amigos dele e mostrarem pra ele que o ama, ele não entrará na justiça. Ele acha que eu faço a cabeça de você e da Mel contra ele, por isso que ele quer isso.
Lua: Tudo bem mãe, eu falarei com a Mel e vamos tentar agir melhor com o papai. Mas ele é um grosso, você sabe. E não é aquele pai maravilhoso e presente.
Roberta: Eu sei meu amor, eu sei. Mas vocês também precisam cobrar isso dele. Eu cobrei e ele soltou os cachorros em mim, mas quem sabe se vocês, que são filhos dele, cobrassem ele, ele melhoraria. Seu pai ta estressado, a vida dele mudou completamente depois que nos separamos. Sei que eu faço falta pra ele, eu o auxiliava muito em tudo, então ele ta demorando pra se acostumar e se encaixar em tudo novamente. Vocês precisam dar um tempo, um espaço pra ele, e precisam mostrar que está do lado dele, ele precisa de apoio assim como vocês me apoiam.
Lua: Mãe, você gosta do papai ainda?
Roberta: Amo seu pai Lua, amo muito. Mas não nos damos bem juntos, não mais.
Lua: Será que vocês nunca voltarão mãe?
Roberta: Olha filha, vou ser sincera. Acho que dessa vez não tem volta. Seu pai e eu estamos nos machucando tão horrivelmente com essas brigas constantes, que é quase impossível voltarmos. Vai chegar um dia em que ele não suportara nem me ver mais, e eu, a mesma coisa. Se as coisas continuarem como estão, o amor dará lugar ao ódio e aí sim, jamais voltaremos. 

Ouvir essas coisas da mamãe me deixou um pouco preocupada. Primeiro porque o papai quer entrar na justiça para pegar a guarda de meus irmãos e a minha. Segundo porque mesmo eu, sendo já mais velha, é meu sonho meus pais voltarem, e pelo visto as coisas só tem andado para o caminho contrário. Triste ver um amor como o de meus pais, acabar assim, jogado às traças, não queria que as coisas fossem assim. Eles precisam um do outro, só não admitiram ainda e enquanto isso não acontece, a situação só piora e fica ainda mais difícil de admitirem. 
Pov Lua Off'




CONTINUA...........

3 comentários:

Giovanne Eduardo disse...

Novamente, este não é meu nome mas vou usar assim mesmo pois não consigo mudar!! Amei este capitulo!! Mesmo postando pouco fico feliz por ler um capitulo!! Obrigada por postar... 😍😍

Emiliane Duarte disse...

+++++++++++++++++++++++++++++++++

Unknown disse...

Eu amei o seu blog,mais eu fiquei miuto triste pelo fim do casamento de diego e roberta mais tudo bem.
Eu queria que voce postas si um que fala que diego deixou a filha dele a lua namora com quem ela quise e que o diego foi embora do brasil.bjs espero que contiuniu postado cada vez mais.